Total de visualizações de página

quinta-feira, 13 de julho de 2017

#AFORISMO 36/SENSUAL-ITUDES: VEDA DE SER E VIDA# - GRAÇA FONTIS: PINTURA/Manoel Ferreira Neto: AFORISMO


Epígrafe:


"Do mundo, quero toda a sensualidade que possa me oferecer ao longo do meu entardecer". (Graça Fontis)


À minha mulher Graça Fontis com todo amor e carinho.


Sensual-itude...
O nascer do sol que é vida, o mar, flores, e o amor refletido no que ec-siste, Na etern-idade do in-fin-itivo do tempo, no in-finito do ser e dos ventos, do verbo e das estrelas; crepúsculo, entardecer-fim do dia ou o começo de uma noite.


Sensual-itude...
Quero luz, amor e canto e o muito que me é con-sentido ter. É a lua, re-fletindo
paz que tanto desejo. São os raios de sol que deslizam nas ondas do mar.


Sensual-itude...
Prazer que me faz verter pujantes lágrimas, ânsias d´alma apaixonada, a desejar eternizar-se.


Sensual-itude...
Inocência, perfume do etéreo na face re-fletidos; na in-versão do ventre materno
para a terra, A candura se desvanece tão rapidamente como a flor.


(**RIO DE JANEIRO**, 14 DE JULHO DE 2017)


Nenhum comentário:

Postar um comentário