Total de visualizações de página

sexta-feira, 7 de julho de 2017

#AFORISMO 16/AMOR PLEN-IFICADO DE IN-FIN-ITIVOS# - GRAÇA FONTIS: PINTURA/ Manoel Ferreira Neto: AFORISMO


Se hoje a luz re-versa as ondas
Projeta-se mística nos campos de trigo...
Se hoje o silêncio ad-versa as vozes do verbo
Compõe a lírica romântica do amor plen-ificado de ab-solutos...
Se hoje a solidão in-versa a compl-etude dos sentimentos
De solidariedade, compaixão, amizade
Vers-ifica a linguística do ser, semântica do eterno...
Se hoje a esperança verseja o soneto do ad-vir pleno de alegrias
Trans-literaliza as regências do tempo eivado de orvalhos...
Se hoje as utopias regenciam a entrega aos volos dos sonhos
Trans-cendem as con-tingências do encontro, des-encontro...
Se hoje os sonhos reverenciam os in-fin-itivos do vir-a-ser
Trans-elevam manque-d´êtres e forclusions do efêmero...
Se hoje o nada verbaliza os ideais da plen-itude re-vestida
De pétalas do perpétuo, do perfume do perene,
Re-colhe e a-colhe o espírito da vida, as memórias póstumas
Da beleza do uni-versal, da sin-estesia das emoções...
Se hoje o janeiro do rio de águas lúdicas segue suavemente
As sendas e veredas dos caminhos do tempo e dos ventos
Cria e re-cria as seivas in-fin-itivas da magias místicas da felicidade...
Se hoje as querências e desejâncias do que trans-cende
A razão in-versa que crocheteia as idéias
Inspiram poeticamente ritmos e melodias das fantasias e ilusões
Que concebem o além re-vestido de linguísticas e semânticas
Da espiritualidade, do ad-vir, do há-de ser...
Se hoje as sementes de centeio regadas do sereno do tempo
São a promessa do divino,
Essencializam a leveza do sentimentos...
Se hoje versificar, versejar sonetizam a chave de ouro
Dos desejos e vontades in-auditos
A poiética e poética do sensivel inspira a vida...


(**RIO DE JANEIRO**, 07 DE JULHO DE 2017)


Nenhum comentário:

Postar um comentário