Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2018

#AFORISMO 921/ SILÊNCIO!... LEITO DE JAMAIS E OUTRORAS# - GRAÇA FONTES: PINTURA/Manoel Ferreira Neto: AFORISMO

Imagem
"Só na intimidade as palavras se tornam verbos."

Sim.

Interessante observar que no leito de jamais e outroras jamais iniciei meditações, reflexões, críticas, apenas brincadeiras bem sucedidas com as amadas-amantes palavras, se me dada a licença de assim estar a dirigir-me a elas, desejando dizer que me dão alegria e júbilos, com uma afirmação tão categórica “sim”, dizendo estar de acordo com o que projetei de início, estar encetando outros caminhos, os de desenvolvimento de origens em nível de algum silêncio que me habita, denominando-lhe desde sempre de astúcias, mas em suas entranhas habita-lhes a inteligência e sabedoria divina que me ditam nas entrelinhas o leito de jamais e outroras que conquistarei ao longo de sedes e fomes milenares pó-eticamente a habitarem os desejos mais profundos de encontro com a Verdade, esta que se encontra nas origens do vernáculo bíblico e sagrado, a que mostra ao homem as suas atitudes e ações com o outro, com quem juntos deverei cumprir a mi…

MANOEL FERREIRA NETO ESCRITOR E CRÍTICO LITERÁRIO RESPONDE À ANÁLISE DE Ana Júlia Machado ESCRITORA POETISA E CRÍTICA LITERÁRIA SOBRE O AFORISMO 892 /**O ESPELHO REFLETE CERTO, NÃO ERRA PORQUE NÃO PENSA**/ - PROJECTO #INTERCÃMBIO CULTURAL E INTELECTUAL#

Imagem
#AFORISMO 921/

SILÊNCIO!... LEITO DE JAMAIS E OUTRORAS# GRAÇA FONTES: PINTURA Manoel Ferreira Neto: AFORISMO

"Só na intimidade as palavras se tornam verbos."

Sim.

Interessante observar que no leito de jamais e outroras jamais iniciei meditações, reflexões, críticas, apenas brincadeiras bem sucedidas com as amadas-amantes palavras, se me dada a licença de assim estar a dirigir-me a elas, desejando dizer que me dão alegria e júbilos, com uma afirmação tão categórica “sim”, dizendo estar de acordo com o que projetei de início, estar encetando outros caminhos, os de desenvolvimento de origens em nível de algum silêncio que me habita, denominando-lhe desde sempre de astúcias, mas em suas entranhas habita-lhes a inteligência e sabedoria divina que me ditam nas entrelinhas o leito de jamais e outroras que conquistarei ao longo de sedes e fomes milenares pó-eticamente a habitarem os desejos mais profundos de encontro com a Verdade, esta que se encontra nas origens do vernáculo bíblico e …

MARIA ISABEL CUNHA ESCRITORA POETISA E CRÍTICA LITERÁRIA ANALISA O AFORISMO 892 /**O ESPELHO REFLETE CERTO, NÃO ERRA PORQUE NÃO PENSA

Imagem
#Que a imortalidade se me levante como exigência inexorável.#

A seta furtiva margina o limiar

Na introdução deste aforismo, o autor transporta o leitor para um local idílico através das palavras: tranquilidade, cintilâncias, velhice, ideias simples, serenas, rematando-a com a expressão: “jamais a minha tumba permanecerá sem flores”, isto significa que a sua memória nunca será esquecida devido às suas obras. As flores são as obras que deixará para a sua imortalidade. Estas serão o testemunho da sua existência que, de tão breve, a designa de face oculta.

O trecho continua tal uma sinfonia de Strauss com passos de valsa por entre ribeiras, arvoredo, imaginação, sensações e deixa levitar os pensamentos à toa até à designação da palavra Amor. Perante este sentimento tão diáfano e sublime recorda toda a rebeldia do passado, a boémia, o azedume, o cinismo que o tinha habitado por desconhecimento do voo, da valsa agora executada com todos os acordes em som bemol e sustenido, o amor que o preenc…

ANA JÚLIA MACHADO ESCRITORA POETISA E CRÍTICA LITERÁRIA ANALISA O AFORISMO 892 /**O ESPELHO REFLETE CERTO, NÃO ERRA PORQUE NÃO PENSA**/ - PROJECTO #INTERCÂMBIO CULTURAL E INTELECTUAL#

Imagem
Ao aforismo “O ESPELHO REFLETE CERTO, NÃO ERRA PORQUE NÃO PENSA# analiso na minha perspectiva da seguinte maneira, o espelho mostra o que convém ao ser humano…o certo e o errado….. A Tenção enxerga encantada o Benefício Que repousa serenamente no interior do seu ser Agarra o intelecto afável e educado, E desperta a Natureza da Bondade E concebe o Benigno Cunho no Compartimento Oculto Da Chama Interior. Subsiste a ruim personalidade Que multiplica-se como droga perniciosa E é malparecido, É sombrio, E possui um ser enganador e breve. Nutre-se do egocentrismo, Da altivez, da iniquidade, do rivalizar, Da vanglória, e da adversidade dos outros… É a destruição das colectividades e das criaturas, É a fractura da incumbência E uma intimação funesta à gente como um Todo.