Postagens

#AFORISMO 1013/ ITAOCA DE DEVANEIOS E DESVARIOS# - GRAÇA FONTIS: PINTURA/Manoel Ferreira Neto: AFORISMO

Imagem
Quero No secreto semblante da verdade O tempo infindo Quero O sibilo de vento entre serras, montanhas Quero O rocio do mar por toda Itaoca de meus devaneios Quero A orla do mar povoada de gaivotas e biquinhos Quero A ilha no seu instante de supremo silêncio Quero O vazio no tempo das quimeras Quero O vácuo no instante dos idílios Quero A ausência no momento dos devaneios Quero O oco no momento da solidão Quero O lapso de memória no fundo de mim

#AFORISMO 1012/ CONCUPISCÊNCIAS DA NÁUSEA# - GRAÇA FONTIS: PINTURA/Manoel Ferreira Neto: AFORISMO

Imagem
Epígrafe:

A morte caracteriza-se na náusea, extravasa-se sutilmente introspectas belezas e fenômenos ao rondar na penumbra almas da quotidianidade com seus recalques psíquicos.(Graça Fontis)

A cobiça dos prazeres materiais e sexuais concebem os pecados da linguagem, adulterando a inconsciência dos sentidos.(Manoel Ferreira Neto)

Pérfluos pétuos de versos-re, Templando com pectivas De éticas emáticas de pó, in-finitivam de-fectivos verbos a Redimirem a carne viva dos Pecados vestidos de tabus, As glórias trajadas das Civilizações pretéritas, Os orgulhos de toga ad-vogando As genesis apocalípticas do além, Além-cripta, Além-epitáfio, Além-nada,

#MANOEL FERREIRA NETO ESCRITOR E CRÍTICO LITERÁRIO COMENTA O POEMA DE SONIA GONÇALVES#

Imagem
#ESPÍRITO DO SOM#

"... Onde meu coração passa/Longas temporadas é lá/Onde minh´alma hiberna/E só sai na primavera...". O segredo da alma está no coração, onde os sons dos sentimentos - aqui o "sonema" da primavera que ritma os sentimentos, o som está no segredo dos sonhos e esperanças, a música está nos versos melodiados - compõem os cantos do passaredo.

Interessante observar os pássaros que circundam o rosto, são cinco. Inspiração, Intuição, Percepção, Sensibilidade, Subjetividade. As cinco dimensões das artes. No que tange ao universo da poetisa e escritora são estas as dimensões que compõem o desejo, a vontade do Som no inter-dito do poema, é a sua esperança maior, auscultar este som, ouvi-lo, escutá-lo, assim re-velar sentimentos e emoções sonoras, a musicalidade que lhes habita, musicalidade que sonoriza desejos, vontades, sonhos, esperanças, utopias, o que, em verdade, é mister em toda composição poética. A poetisa transcende os fonemas para alcançar os "s…

#AFORISMO 977/ ARCO-ÍRIS EM TONS DE CINZA# - GRAÇA FONTIS: PINTURA/Manoel Ferreira Neto: AFORISMO

Imagem
Palavras que brotam longínquas, Que despetalam tardias, Que sonematizam ritmos futurais, A canção é tudo Tem sangue eterno a asa ritmada, As penas melodiadas, Distantes os sentimentos a fluírem De seus desejos da verdade a alma Dos instantes-limites, limítrofes do vazio À soleira do genitivo pretérito do além, Lenitivo gerúndio do abismo, Em cuja profundidade habitam metáforas, Lácios linguísticos a conceberem, do Nada inter-dito, a linha entre O cristalino da esperança E a trans-parência do sonho inaudito do ser, E os vernáculos se fazem verbo do tempo, Lâmina de faca que corta em fatias o eterno, Multifacela as utopias res-plandesc-"ent"-es E esplendorosas do nada,