Postagens

Mostrando postagens de 2017

#AFORISMO 480/OLHOS INFLEXÍVEIS E RESPLANDECENTES# - GRAÇA FONTIS: PINTURA/ Manoel Ferreira Neto: AFORISMO

Imagem
Fabricando dias plenos, segundos e minutos sublimes, criando fantasias e ilusões que me encaminham e orientam nas veredas dos desejos e vontades de encontro comigo, nas veredas da razão de ser-me, de viver-me;

Ventos de leste. Sibilos de sul. Porque seria pergunta mais que percuciente no trans-curso, percurso dos ventos a esperança é sempre a música idílica da perfeição que ad-mira as imperfeições por ser ela o verbo "in", por ser ela o sorumbático das melancolias, nostalgias e saudades das meiguices insolentes do inferno.

Se a etern-idade nadificasse angústias, náuseas, se nadificação houvesse na etern-idade , habitasse-lhe as pre-fundas, simplesmente simples a simplicidade de conjugar os verbos defectivamente para o ser preceder o não-ser, para a morte preceder a vida.

Praça da Liberdade. Oito e meia da manhã.

Esquizofrenia, psicopatia, alienação mental. Menino louro, olhos azuis, rosto magro, quatro anos de idade, pouco mais, pouco menos. Olhos de sobrenatural demência. Aspecto …

#AFORISMO /VIR-A-SER!... SER** - GRAÇA FONTIS: PINTURA/TÍTULO Manoel Ferreira: AFORISMO

Imagem
E você inda não real-izou Que o instante-limite da felicidade É o querer o sublime, É o desejar a beleza do belo, É sonhar o in-audito É des-velar o inter-dito.

E você inda não real-izou Que o verbo-estético da dialéctica Do Sujeito e Odisséia do vento e tempo, Da Epopéia da suavidade dos ideais e utopias, É o poster-escer as con-tingências da Ec-sistência do efêmero e do póstero, É o destino dos caminhos trilhados, Na algibeira, a consciência e a ousadia De ritmar, melodiar a suavidade das idéias, Pensamentos, harmonia de esforços e Serenidade do conhecimento, da sabedoria.

E você inda não real-izou Que a travessia para a verdade São as con-tingências da dor e do sofrimento,

#AFORISMO 477/ÉTER DE INTER-DITAS NEBLINAS# - GRAÇA FONTIS: PINTURA/ Manoel Ferreira Neto: AFORISMO

Imagem
Pers em pectivas de miríades de oásis, Pros em pectivas de lâminas de águas, Retros em pectivas de círculos de raios de luz Incindindo-se nos mistérios e enigmas, Chamas de fogo, De-ser-tando-de-frios-a-madrugada, Céu intenso, imenso de estrelas e lua, Às margens do in-audito in-finito de uni-versos Ecos de "nós" murmurando no silêncio da alma, A ruminação da solidão, o uivo da liberdade, Silêncios deambulando na longínqua neblina, Essências - Gracias a la vida - ritmando de palavras Melodias em sílabas, Ritmos em melopéias de palavras, Dança em tons de vozes, algazarra de línguas, Baile de ópera dos silêncios, Imaginárias imagens se a-nunciando, patenteando, Cristalizando-se, as divin-itudes das pinturas, Éter inter-dito de vividas genesis...

Outroras, sentimentos perpassando o tempo, Emoções con-fabulando eidos de nostalgias

#AFORISMO 477/A HUMANIDADE DO SER NA DIALÉTICA DO EU LIVRE E NO POEMA #VERBOS AFÁVEIS", de Ana Júlia Machado GRAÇA FONTIS: ESCULTURA Manoel Ferreira Neto: ENSAIO

Imagem
Tarefas árduas são as que trazem dentro "trocentos" sêmens, de cujos interstícios semenam muita vida, re-colhemos e a-colhemos, saciamos a sede de conhecimento e sabedoria, sonhos e esperanças, por requerem, prescindirem, exigirem muitos esforços na sua concretização, com os que des-aprendemos e aprendemos novos, delineamos o que sentimentos e pensamos.

Traçar as linhas de uma compreensão, entendimento de uma obra poética-filosófica, alguns poemas serem "objetos" de in-vestigação, tarefa inestimável. Linguagem e estilos, pensamentos e idéias, sentimentos, ler o poema que está editado, intuir a idéia a ser fundamentada, diferentes de outros patenteados, estar in-ovando, re-novando, art-ificiando.

A viagem no uni-verso, horizontes, paisagens, imagens, eivada de sensibilidade, sentimentalidade, as dimensões sensíveis presentes, não é exclusivamente modo de conhecer os componentes de um espaço poético, mas o modo de sentir o verso-uno dos verbos, o sujeito, os verbos, re…

#AFORISMO 476/A BUSCA DE RESPOSTA E O INTELECTO DO PRETÉRITO SOB A LUZ D´O EU LIVRE DA INVESTIGAÇÃO DO MISTÉRIO# - GRAÇA FONTIS: ESCULTURA/ Manoel Ferreira Neto: Ensaio

Imagem
A consciência do inter-curso do tempo e do espaço dá ao poeta súbita sensação de liberdade, inda mais sob os auspícios d´O Eu livre, de Ana Júlia Machado, sob a sua luz e hegemonia, que, para se realizar plenamente, implica em comprometer-se com a realidade, esta consciência do Eu Livre gera raízes para se desenvolver melhor, a liberdade parece per siempre mergulhar nas raízes profundas na necessidade, organizando-se intimamente com ela.

Tomando em consideração, intuição, percepção e visualização o início da prosa À Busca de Resposta, quando o espírito toma das indagações, perquirições, as percepções que constituem a-nunciações de res-posta, embora que ela ama revelar-se e ocultar-se, como reza a máxima latina no tangente à natureza, a que se mostra é pouca para saciar o desejo do conhecimento, no excerto dizendo "A peregrinação pelo caminho da existência sem rota, sem comando, aventurando desvendar o meu lugar neste planeta colossal, mas aparenta achar-se tudo soterrado sem reso…