Total de visualizações de página

quarta-feira, 5 de abril de 2017

**CRUZ CREDO** - PINTURA: Graça Fontis/SÁTIRA: Manoel Ferreira Neto


Rezar nas letras, se não é algo excêntrico demais, causando espanto, pode re-velar estou correndo delas como a cruz do diabo – o diabo corre da cruz por ser o mal, a cruz corre do diabo por ser o bem -, peço a Deus proteção, amparo, tenho medo do que possa causar-me, ninguém sabe, mas sou frágil; se não é algo ridículo até às raízes deste vocábulo, causando risos alucinantes, pode re-velar que não elevo meus pedidos a Deus, iluminar-me na vida, acompanhar-me os passos nas trilhas de minhas veredas em busca das ilusões perdidas, abaixo-os às linhas da página, rogando-lhe que não deixe a tinta da caneta acabar, enquanto não expuser in totum as idéias e pensamentos que me habitam, elucidando os interesses, esclarecendo as intenções, elaborando as mensagens nas linhas e entre-linhas, não rasgar os verbos de minhas emoções e sentimentos, que são a pedra de toque dos sarcasmos, ironias, cinismos, são os ácidos críticos, não escrachar a consciência que tenho disto que se chama homem – disto porque não há e jamais haverá outro ser mais hipócrita que ele, não há outro modo em sã ou insana consciência de ser eterno, é só curtir os seus frutos, sentir-lhes profundo as delícias, refestelar-se na rede, fumando um “paieiro”, palitando os dentes com palito de fósforo, olhando os raios de sol incidindo em tudo do mundo, fazendo tremer o asfalto, observado à distância, felicitar-se com os risos eufóricos e altissonantes da raça, estirpe e laia. Ah, que outro prazer se assemelha a estes? Quem os viveu em suas vidas, e não foram poucos, sabe com perfeição o que significam para a alma e o espírito!
A humanidade em todos os séculos e milênios sofreu horrores por desejar tudo isto, por querer ser feliz e alegre com os sonhos do bem, com as utopias da esperança e da fé, e é justamente com a hipocrisia, com esta atitude censurada até por Mefistófeles – nem o bem vence o mal, nem o mal é vencido pelo bem -, que estes prazeres não apenas se tornaram possíveis, estão sendo realizados. A hipocrisia suprassume todos os valores, supera todas as dificuldades, problemas, dores e sofrimentos, está além do bem e do mal.
Não vou rezar o credo em minhas letras contra o bem maior, absoluto, inconteste. Se estou equivocado, reza-se o Credo contra o mal, contra tudo aquilo que constitui uma séria ameaça aos princípios espirituais, prejuízo à integridade do corpo, da carne, dos ossos e dos verbos.


(**RIO DE JANEIRO**, 05 DE ABRIL DE 2017)


Nenhum comentário:

Postar um comentário