Total de visualizações de página

terça-feira, 18 de abril de 2017

**DIAMANTE QUE RISCA O ESPELHO DA VIDA** - GRAÇA FONTIS: PINTURA/Manoel Ferreira Neto; AFORISMO


Na língua das carências humanas e individuais, sedenta da verdade-sensível da vida, desejosa da sensível-verdade do ser, o ser não é objetivo, o ser não é subjetivo, o ser não é racional, a racionalidade não é o ser, o ser não é espírito, o espírito não é a alma do ser, a alma não é o ser do espírito, o ser “é” no Verbo da Vida, a Vida é no amar a quotidianidade, no amor às intempéries dos conflitos e dores.
Alguns in-divíduos, sensíveis e verdadeiros, nem na alma nem no espírito, nem no corpo nem nos ossos, mas na sublimidade do ser de cada um deles, dizem que sou um ser sensível, mas que crio muitas fantasias da liberdade e poder, a realidade é outra mais difícil, o real só existe em minha imaginação, e a imaginação do real é desejo da plenitude por onde serei artífice de sublimidade, eteridade, e no éter dos sentimentos serei in-esquecível como o desejo de expressão do diamante que risca o espelho da vida, da dificuldade de viver, porque todas as coisas foram batizadas na fonte da eternidade e além do bem e do mal.


(**RIO DE JANEIRO**, 18 DE ABRIL DE 2017)🌅


Nenhum comentário:

Postar um comentário