Total de visualizações de página

quarta-feira, 31 de maio de 2017

#TEMPLUM VAZIO# - GRAÇA FONTIS: PINTURA/Manoel Ferreira Neto: AFORISMO


Só alguém muito fino, de uma finesse sem igual e medida, pode entrar no templum vazio onde há um pensamento vazio, e com tal leveza, com tal ausência de si mesma, que a paixão não marca, o desvario não cristaliza, o devaneio não personaliza, espera a completude ansiosa e aberta para seguir pensando e buscando intuir onde o espírito deverá estar.
Perturba-me o mistério daquele compromisso com os tempos futuros, com os tempos para lá da velhice, para aquém da morte, em que serei tão nada como era antes de haver nascido num lugar onde, se as palavras não são mesquinhas, os espíritos são medíocres, para frutificar e dar sombra, daí a uma infinitude, a uma eternidade.
Eis-me, vez outra, e não me é dado saber quando irei, alfim, deixar de buscar a sua plenitude, perder-me e encontrar-me nele, perceber com muita clareza a afinidade que existem entre o sibilo de vento entre serras e a volúpia despautérios de origem e genesis.


(**RIO DE JANEIRO**, 31 DE MAIO DE 2017)


Nenhum comentário:

Postar um comentário