Total de visualizações de página

quarta-feira, 17 de maio de 2017

#A ESCUMALHA ESCUMA DE CAMBULHADA** - GRAÇA FONTIS: ESCULTURA/Manoel Ferreira Neto: AFORISMO


Plen-itudes estéticas do sublime versando na luz o brilho linear de pers lunares pectivando o além de estilísticas, aquém de estéticas, semânticas, ex-tases trans-cendentais da sensibilidade verbalizando númenes lunares sob as égides semânticas de sonhos templares, interstícios subjetivos de sentimentos trans-versais versejando teogonias de in-fin-itivos in-finitos de ventos uni-versais da verdade una-versa composta da poesia mística e mítica da etern-idade para além do bem e do mal, prelúdio edênico de silvestres veredas sibilando no espírito de verbos espirituais a vida do ser-de pureza. A lua gira em torno de tudo o que é terrestre; do mesmo modo, gira também o príncipe em torno de tudo o que há de mais terrestre
Exultando salmos da liberdade luminada de ideais, sonhos e esperanças do vir-a-ser de horizontes sagrados, theos e nous do espírito vers-ificam son-éticas semiologias enveladas nos fios tênues e frágeis de metafísicas do além tempo sonorizado de silêncios ritmados e melodiados com as notas inter-ditas de metáforas sin-estésicas com as ilíadas oníricas da verdade da fé e do símbolo sagrado, ascese das travessias do ser-tao de sublim-itudes ao tao-ser divino sin-cronizado com os verbos do sonho plen-ificar o espírito do ser.


(**RIO DE JANEIRO**, 17 DE MAIO DE 2017)


Nenhum comentário:

Postar um comentário