Total de visualizações de página

terça-feira, 21 de março de 2017

***CAFÉ DA MANHÃ*** - PINTURA: GRAÇA Graça Fontis/SÁTIRA: Manoel Ferreira Neto


Astronauta vem de astronomia.


Isto vem daquilo. Tudo vem de algum lugar. Só amaria saber se volta a algum lugar. Embora a frase não seja de Lavoisier, como os manuais de química costumam registrar, na natureza nada se perde, tudo se transforma.


O que mia é gato.


Não é só o animal "gato' que mia. Há também as gatinhas lindas e sensuais que amam miar para seduzir os homens. Seduzidos, amam arranhá-los, mordiscá-los. Nunca fui seduzido por uma gatinha, não sei o que é isso de ser arranhado, mordiscado. Ninguém me ama. Ninguém me quer. Sigo as ruas da cidade com os vira-latas atrás me latindo.


Gato gosta de rato.


Nunca fui ao Palácio do Planalto para saber, conferir se os políticos comem muito queijo. Gastar a fortuna que adquirem só com queijos é um tanto absurdo.


Rato gosta de queijo.


Presidente da Câmara recebeu um grande carregamento de queijo, resultado de um benefício que o fazendeiro ganhou. A partir daí, o Presidente decretou que fosse servido só queijo na café da tarde dos funcionários, a Câmara estava gastando uma fortuna com o lanche da padaria.


Queijo vem do leite.


Na infância, amava passar uns dias de férias numa fazenda de amigos da família. Acordava por volta das quatro e meia da manhã para tomar leite tirado na hora, tomava uns três ou quatro canecões. Quando saia, saía arrotando e os vaqueiros em uníssono: "Suspendam a feijoada porque o porco está vivo".


Leite vem da vaca.


A mulher chegou perto do marido, dizendo-lhe: "Pedrinho, você precisa dizer para nosso filho que não se case com aquela vaca". Pedrinho de imediato respondeu: "Não vou dizer coisa alguma, porque não me disseram nada quando estava por casar".


A vaca é a messalina do touro.


Vereador fazendeiro era proprietário de touros de corte. Passava pelas ruas da cidade levando os touros para o matadouro. Aconteceu-lhe uma desgraça ferroada. Dois touros o encurralaram num terreno baldio, numa árvore. Nesta árvore havia uma casa de maribondo.


Chifrudo é a...


Assim parou e raciocinou Sócrates, quando alguém gritou "Astronauta" na hora de sua passagem. Isto já estava acontecendo fazia algum tempo. Era Sócrates passar e todos gritavam "Astronauta". Isso porque Sócrates colocava Xantipa todos os dias às três horas da manhã para ir buscar leite e pão na padaria. Da casa dele até na padaria, ida e volta, eram seis horas de viagem. Quando Xantipa retornava, ele já não estava em casa mais. Consta na história que Xantipa era a mulher mais intragável do mundo: reclamava de tudo e falava feito matraca na procissão de Sexta-feira da Paixão. A mulher de Karl Marx só lhe disse que ao invés de escrever O Capital, levasse capital para casa.


(**RIO DE JANEIRO**, 21 DE MARÇO DE 2017)


Nenhum comentário:

Postar um comentário