Total de visualizações de página

sábado, 4 de fevereiro de 2017

**INQUIETUDE - IN "DIVÃ EXISTENCIAL - 29 DE JUNHO A 03 DE JULHO DE 1989** - PINTURA: Graça Fontis/POEMA: Manoel Ferreira Neto


Vivo, com ferocidade,
a inquietude
do próprio corpo.



Respiro uma verdade
Simples,
quase higiênica e equilibrada



até
o
último
limite...



Até o último limite,
dilacero a consciência
de meus sentimentos,
com o desejo nítido
de viver,
de viver,
sentir,
amar,
satisfazer.



Olhe, amor,
sou uma inquietude!



(**RIO DE JANEIRO**, 04 DE FEVEREIRO DE 2017)


Nenhum comentário:

Postar um comentário