Total de visualizações de página

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

*MÚSICA - IN "DIVÃ EXISTENCIAL" - 29 DE JUNHO A 03 DE JULHO DE 1989** - PINTURA: GRAÇA FONTIS/POEMA: Manoel Ferreira Neto


Imagino sempre uma enorme superficialidade
em estar delineando emoções jamais à interioridade
mostrada e que, na exterioridade, não existem.
Tarefa inócua.



Imagino sempre uma grande superficialidade
em estar burilando sentimentos
de conteúdo exterior
e onde as palavras não existem,
o estilo é imaginário.
Trabalho vão.



Imagino sempre uma tolice
em estar querendo construir o homem
em versos.
O poema só existe na música.



(**RIO DE JANEIRO**, 09 DE FEVEREIRO DE 2017)


Nenhum comentário:

Postar um comentário