Total de visualizações de página

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

**PERPLEXIDADE - IN "DIVÃ EXISTENCIAL" - 29 DE JUNHO A 03 DE JULHO DE 1989** - PINTURA: Graça Fontis/POEMA: Manoel Ferreira


Talvez
os versos estejam a indicar-me
a ausência de um amor, de um aconchego
- não há a presença da musa inspiradora.



Talvez
os versos estejam a mostrar-me
a solidão mais profunda e real
- e as palavras só adquirem essência
com um amor ininteligível,
uma paixão arrasadora.
O fundo de um poema é alicerçado por um real amor.



(**RIO DE JANEIRO**, 13 DE FEVEREIRO DE 2017)


Nenhum comentário:

Postar um comentário