Total de visualizações de página

sábado, 4 de março de 2017

**REVERSAR IN-VERSOS/INVERSAR RE-VERSOS(PERICEIAS DE FRO ZEN) - IN "PARTITURAS DO ESPÍRITO" - 01 DE MARÇO DE 2016** - PINTURA: Graça Fontis/POEMA: Manoel Ferreira Neto


Re-versar in-versos à luz e sombra de
"periceias de Fro zen pelo Deus/deuses -
palavras/jogos nos mistérios das
brincadeiras e da negação",
o tempo con-frange-se de suas companheiras
e no templo, no topo da colina,
Efêmeros, uma brincadeira de jogar
os dados sobre a mesa aos vice-versas
De sentimentos e emoções,
às avessas das idéias, pensamentos,
paradigmas, princípios, dogmas e preceitos
A Viagem Literária
Por rodovias, rodovias, de ônibus,
as verdades no chão às avessas,
de trem para o Vale do Jequitinhonha,
Vale São Francisco,
Ah, à moda das "poetâncias filosóficas",
brincadeira à beira do rio de águas límpidas,
destino por seguir encontrado, conhecido, sabido,
Mistérios da brincadeira - límpidas águas
Sentimentos, emoções, queri-as,
Periceias de Fro Zen...
Mistérios das brincadeiras, da negação,
Por estradas, rodovias,
outros panoramas, paisagens,
Quotidiano de vida,
cultura, costumes, hábitos,
deuses, mitos.


In-versar re-versos às cavalitas
De vazios, de nada vazio.
Tempo de outras periceias,
jogos enovelados de mistérios
da alma, um afago coberto de
tripúdios, tramóias, truques,
jogar a alma na brincadeira
sou o que não sou e não sou o que sou,
mostrar-se não é ser e ser não é mostrar-se,
A rede balança,
Ao ritmo de caminhos per-corridos,
mão afagando-me a cabeça,
acuidade, entrega,
acalmar, tranquilizar as pré-ocupações,
indagações, questionamentos,
por vezes, sobre a cadeira
o néctar dos deuses,
as fumaças, nos dizeres de outrem, futuras,
Momentos de labuta,
Instantes de prazer, alegria,
Instantes...


Fro Zen...
Não foi Carlos Drummond de Andrade,
Quem poetizou,
"Aqui se esgota o orvalho,
E de lembrar não há lembrança."


(**RIO DE JANEIRO**, 04 DE MARÇO DE 2017)


Nenhum comentário:

Postar um comentário